A 15 de Maio de 1891 é divulgada pelo Papa Leão XIII a Encíclica Rerum Novarum, 

que vem a ser o pilar fundamental da Doutrina Social da Igreja.       

Inspirado na data da publicação desta encíclica, o Projecto 18.91 apresenta-se como um curso concentrado de Doutrina Social da Igreja.

 

Com a ajuda de professores convidados, serão abordados vários temas da Doutrina Social da Igreja. Ao longo de 9 sessões (uma noite por mês) seguir-se-á uma metodologia participativa através do estudo e da partilha dos desafios suscitados por cada matéria.

Economia, justiça, paz, política internacional, trabalho e família, são alguns dos grandes temas abordados que te vão ajudar a estar mais preparado para construir uma sociedade melhor.

No Projecto 18.91 poderás aprender a pensar criticamente na sociedade à luz do Evangelho e dos ensinamentos da Igreja. As ferramentas dadas neste curso pretendem fundamentar uma cidadania mais ativa e uma intervenção política mais esclarecida.

Necessária inscrição. Dos 20 aos 35 anos. das 21h às 23h15.

Professores

PROGRAMA

SER CRISTÃO NA SOCIEDADE

A Igreja e a Sociedade

18 OUT

S1

Nasceu há 34 anos em Santarém. Concluiu o Mestrado Integrado em Teologia na UCP. Em 2008, entrou na Companhia de Jesus. Fez os estudos de Filosofia, em Braga, antes de seguir para Timor-Leste, onde trabalhou durante 3 anos.

Em 2015 foi para Paris completar um 2º ciclo de estudos em Teologia, na área do diálogo entre cristianismo e cultura popular, a par de uma pós-graduação em teologia muçulmana. Prepara, agora, um doutoramento nessa área.

 Rui Fernandes, sj 

Ferramentas

para o caminho

Os princípios da Doutrina Social da Igreja

8 NOV

S2

 Pe. Francisco Mota, sj 

Tem 31 anos. Estudou Direito na UCP e entrou na Companhia de Jesus em 2004. Fez um mestrado em Teoria Política, no IEP-UCP. Passou um ano a trabalhar com a Universidade Católica de Moçambique. Fez os estudos de Teologia em Londres e Boston, num mestrado em ética. Foi ordenado padre em 2016.

Trabalha atualmente na preparação da abertura de um novo centro cultural. 

A FAMÍLIA

A base da sociedade

6 DEZ

S3

É casado e pai de 3 filhos. Doutorado em Química pela Universidade de Aveiro. É Professor Associado do Departamento de Química da FCUP. É coordenador do núcleo de Cultura Científica, Multimédia e Educação do CIQUP. Publicou vários artigos de Física, Química, Ensino e outros assuntos. É co-autor de duas dezenas de manuais escolares. É ainda autor de diversos livros.  É membro da Comunidade de Vida Cristã (CVX).

 João Paiva 

O TRABALHO HUMANO

Vocação e profissão

18 JAN

S4

É casado e pai de 2 filhos. Licenciado e Doutorado em Direito pela Universidade de Lisboa, onde é hoje Professor. É ainda docente na Universidade Católica Portuguesa e na Universidade do Minho, sendo frequentemente convidado como orador em Portugal e no estrangeiro.

É sócio da PLMJ – Advogados, onde coordena o Departamento de Direito Administrativo e Constitucional.

É fundador da Associação “Candeia” e é membro do CNECV – Conselho Nacional de Ética para as Ciências da Vida.

 Tiago Duarte 

A comunidade política

Poder e moral

7 FEV

S5

É casado, pai de 3 filhos e avô de 8 netos. É Administrador Executivo da Fundação Calouste Gulbenkian. Vogal da Direção do Centro Nacional de Cultura. Foi Presidente do Tribunal de Contas e do Conselho de Prevenção da Corrupção. Ocupou variados cargos políticos como de  Ministro da Presidência, das Finanças e da Educação, Secretário de Estado da Administração Educativa, Deputado à Assembleia da República e Vice-Presidente da Comissão Nacional da UNESCO.

 Guilherme   d'Oliveira Martins 

A Economia

Bem-estar e justiça para todos

7 MAR

S6

 João César das Neves 

É casado e pai de 5 filhos. É doutorado em Economia e autor de vários livros e artigos científicos em áreas como o desenvolvimento e a ética económica.  É professor e presidente do Conselho Científico da Faculdade de Ciências Económicas e Empresariais na UCP. Foi também conselheiro do ex-primeiro ministro Aníbal Cavaco Silva e investigador do Banco de Portugal. É também colaborador regular do Diário de Notícias e membro de várias organizações católicas. 

Ecologia

Preservar a criação e o meio ambiente

4 ABR

S7

 Margarida Alvim 

Licenciada em Engenharia Florestal pelo Instituto Superior de Agronomia, em Lisboa. Pertence ao Departamento de Educação para o Desenvolvimento e Advocacia Social da FEC.

O seu interesse pela Espiritualidade Inaciana e pela Ecologia, motivaram-na a desenvolver a Associação Casa Velha, um espaço de encontro e desenvolvimento pessoal em contato direto com a natureza.

A comunidade internacional

Um mundo, uma humanidade

2 MAI

S8

 Rui Marques 

Licenciado em Medicina pela FMUL, mestre em Ciências da Comunicação e Indústrias Culturais pela FCSH e doutorado em Sociologia Económica e das Organizações pelo ISEG. Ocupou os cargos de Alto-Comissário para a Imigração, de Administrador da Fórum Estudante, de Secretário-Geral do CUPAV e Secretário da Direção dos Leigos para o Desenvolvimento.

Foi um dos fundadores do partido MEP, criou a Academia de Líderes Ubuntu e mais recentemente liderou a PAR - Plataforma de Apoio aos Refugiados. 

Atualmente dirige o Instituto Padre António Vieira (IPAV).

A Paz

Viver em liberdade e sem violência

6 JUN

S9

 Raquel Vaz Pinto 

É Investigadora do Instituto Português de Relações Internacionais da Universidade Nova de Lisboa.

Foi Presidente da Associação Portuguesa de Ciência Política de 2012 a 2016. É autora de «A Grande Muralha e o Legado de Tiananmen, a China e os Direitos Humanos» (Tinta-da-china, 2010), «Os Portugueses e o Mundo» (Fundação Francisco Manuel dos Santos, 2014) e editou em 2016 pela Tinta-da-china «Administração Hillary» (com Bernardo Pires de Lima) e «Para Lá do Relvado, o que podemos aprender com o futebol». 

Os seus interesses de investigação são política externa e estratégia chinesa; grande estratégia EUA e a Ásia-Pacífico; religião em relações internacionais; os portugueses e o mundo; o futebol e as relações internacionais.

Actualmente, lecciona a disciplina de Estudos Asiáticos na FCSH da UNL. É vogal da Comissão Executiva do CDS.

Tem 24 anos, trabalha como advogado na Morais Leitão, Galvão Teles, Soares da Silva & Associados, foi aluno do Colégio São João de Brito e animador do CUPAV entre 2012 e 2014.

Domingos Freire

de Andrade

Tem 30 anos,

estudou Engenharia Civil e atualmente trabalha na Sociedade Francisco Manuel dos Santos.

 É casado e pai de duas filhas.

Foi animador do CUPAV de 2005 a 2008.

António Rocha Pinto

Tem 25 anos, licenciado em Filosofia e professor de Filosofia no Colégio de São João de Brito. Colaborador da revista Brotéria e animador dos Gambozinos (Associação de Campos de Férias).  

Vasco Cordovil Cardoso

Jesuíta

Diretor do CUPAV

Pe. João

Goulão, sj

Coordenação